Intelectuais lançam manifesto em repúdio à ‘Folha’

Leiam, assinem e divulguem o manifesto.

REPÚDIO E SOLIDARIEDADE

Ante a viva lembrança da dura e permanente violência desencadeada pelo regime militar de 1964, os abaixo-assinados manifestam seu mais firme e veemente repúdio a arbitrária e inverídica revisão histórica contida no editorial da Folha de S.Paulo do dia 17 de fevereiro de 2009. Ao denominar ditabranda o regime político vigente no Brasil de 1964 a 1985, a direção editorial do jornal insulta e avilta a memória dos muitos brasileiros e brasileiras que lutaram pela redemocratização do pais. Perseguições, prisões iníquas, torturas, assassinatos, suicídios forjados e execuções sumárias foram crimes corriqueiramente praticados pela ditadura militar no período mais longo e sombrio da história polí­tica brasileira. O estelionato semântico manifesto pelo neologismo ditabranda e, a rigor, uma fraudulenta revisão histórica forjada por uma minoria que se beneficiou da suspensão das liberdades e direitos democráticos no pos-1964.
Repudiamos, de forma igualmente firme e contundente, a Nota de redação, publicada pelo jornal em 20 de fevereiro (p. 3) em resposta as cartas enviadas a Painel do Leitor pelos professores Maria Victória de Mesquita Benevides e Fabio Konder Comparato. Sem razões ou argumentos, a Folha de S.Paulo perpetrou ataques ignominiosos, arbitrários e irresponsáveis a atuação desses dois combativos acadêmicos e intelectuais brasileiros. Assim, vimos manifestar-lhes nosso irrestrito apoio e solidariedade ante as insólitas críticas pessoais e políticas contidas na infamante nota da direção editorial do jornal.
Pela luta pertinaz e consequente em defesa dos direitos humanos, Maria Victoria Benevides e Fábio Konder Comparato merecem o reconhecimento e o respeito de todo o povo brasileiro.

Assinam:

–  Antonio Candido, professor aposentado da USP
–    Margarida Genevois. Fundadora da Rede Brasileira de Educação em Direitos Humanos
–    Goffredo da Silva Telles Júnior, professor emérito da USP
–   Maria Eugenia Raposo da Silva Telles, advogada
–    Andréia Galvão, professora da Unifesp
–    Antonio Carlos Mazzeo, professor da Unesp
–    Augusto Buonicore, doutorando da Unicamp
–    Caio N. de Toledo, professor da Unicamp
–   Cláudio Batalha, professor da Unicamp
–    Eleonora Albano, professora do IEL, Unicamp
–    Emir Sader, professor da USP
–    Fernando Ponte de Souza, professor da UFSC
–   Heloisa Fernandes, socióloga
–    Ivana Jinkings, editora
–    Marcos Silva professor titular da USP
–    Sérgio Silva, professor da Unicamp
–    Patricia Vieira Tropia, Universidade Federal de Uberlandia
–    Paulo Silveira, sociólogo

PARA ASSINAR, CLIQUE AQUI

-.-.-.-.-.-

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Memória, movimentos sociais, protestos

2 Respostas para “Intelectuais lançam manifesto em repúdio à ‘Folha’

  1. Pingback: Show Jornalismo canalha « Pedalante

  2. Pingback: Ditabranda? « Pedalante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s