Ditabranda?

A mídia é canalha!!

Sobre o ato contra o jornalão paulistano(07/03), por seus atores:

Foto: Vi o mundo

Foto: Vi o mundo

Conforme o Azenha:

” Em diversos discursos, foi dito:

1. Que o estado brasileiro praticava terrorismo;

2. Que é preciso abrir os arquivos da ditadura militar;

3. Que a Folha e outros orgãos de imprensa lucraram com o regime militar;

4. Que as famílias que controlam a mídia praticam censura contra aqueles que não representam seus interesses políticos e econômicos;

5. Portanto, que é preciso democratizar o acesso aos meios de comunicação. “

Foto: Vi o mundo

Foto: Vi o mundo

Discursos apaixonados, como o do leitor Sérgio Pinheiro Lopes, que teve a primeira carta de indignação publicada na Folha, marcaram as mais de duas horas de protesto. A certa altura, Sérgio disseditadura é ditadura; ditabranda é a porra!”, para delírio da platéia.”

Foto: panoptico

Foto: panoptico

Estamos aqui hoje, porque a sociedade civil não aceita e não ficará inerte assistindo a defesa velada de uma ditadura e a

Foto: panoptico

Foto: panoptico

tentativa de vender a tese de que ela foi menos ilegal, imoral e terrivelmente dura, tendo sido tudo, menos ‘branda’. “ Eduardo Guimaraes – Mov. dos Sem Mídia

Arte: Latuff

Arte: Latuff

Só para rememorar:

Como o pior cego é o que não quer ver, o pior do terrorismo é não compreender que no Brasil não há lugar para ele. Nunca ouve. E de maneira especial não há hoje, quando um governo sério, responsável, respeitável e com indiscutível apoio popular, está levando o Brasil pelos seguros caminhos do desenvolvimento com justiça social – realidade que nenhum brasileiro lúcido pode negar, e que o mundo todo reconhece e proclama. O país, enfim, de onde a subversão – que se alimenta do ódio e cultiva a violência – está sendo definitivamente erradicada, com o decidido apoio do povo e da imprensa, que reflete o sentimento deste.”  Octávio Frias de oliveira, 22/09/1971.

Leia Mais:

Panoptico

CMI

Vi o mundo

O último repórter

Mov. dos Sem Mídia

Jornalistas

Show Jornalismo Canalha

Manifesto dos Intelectuais

Fotos:

Panoptico

imgfave

……..

Seu delegado, prenda o ‘Tavinho’ (editor do Jornalão), ele pegou a história e pum!!
Foto: Panoptico

Foto: Panoptico

As chamadas “ditabrandas” – caso do Brasil entre 1964 e 1985 – partiam de uma ruptura institucional e depois preservavam ou instituíam formas controladas de disputa política e acesso à Justiça”. Editorial do jornalão, 17/02/2009.

.-.-.-.-.-.-.-.-.

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em bicicletas, Memória, movimentos sociais, protestos

6 Respostas para “Ditabranda?

  1. Gabriel Agá

    Muito obrigado pela citação ao Último Repórter. É apenas assim, nos unindo e divulgando uns os trabalhos dos outros que teremos a mínima capacidade de bater de frente com os jornalões.

    Abraços,
    Gabriel Agá
    http://twitter.com/ghfs88
    http://oultimoreporter.wordpress.com

  2. Alexandre Haubrich

    Olá
    Sou editor do blog Jornalismo B (www.jornalismob.wordpress.com), e gostaria de fazer um parceria com o seu blog, através da troca de links. Seria possível?
    Obrigado
    Um abraço
    (Peço que entre em contato pelo email bjornalismob@gmail.com)

  3. Parabéns pela iniciativa de divulgar estes fatos no blog.

  4. Pingback: Pedalada pelada - wnbr sp 2009 « Pedalante

  5. É isso aí Pedalante,
    uma afronta à sociedade brasileira como esta cometida pela Folha de São Paulo não pode passar sem protestos.Resistir sempre aos reacionários!
    Abraços.

  6. Pingback: 45 anos do golpe militar de 1964 « Pedalante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s