Abro mão da primavera para que …


Pido Silencio
Pablo Neruda

Ahora me dejen tranquilo.
Ahora se acostumbren sin mí.

Yo voy a cerrar los ojos

Yo sólo quiero cinco cosas,
cinco raices preferidas.

Una es el amor sin fin.

Lo segundo és ver el otoño.
No puedo ser sim que las hojas
vuelen y vuelvan a la tierra.

Lo tercero es el grave invierno,
La lluvia que amé, la caricia
del fuego em el frio silvestre.

Em cuarto lugar el verano
redondo como una sandía.

La quinta cosa son tus ojos,
Matilde mia, bienamada,
no quiero dormir sin tus ojos,
no quiero ser sin que me mires:
yo cambio la primavera
por que tú me sigas mirando.

……….

versão brasileira – capturada em algum lugar do passado.

Quero apenas cinco coisas…
Primeiro é o amor sem fim
A segunda é ver o outono
A terceira é o grave inverno
Em quarto lugar o verão
A quinta coisa são teus olhos
Não quero dormir sem teus olhos.
Não quero ser… sem que me olhes.
Abro mão da primavera para que continues me olhando
Pablo Neruda
-.-.-.-.-.-.-.

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em arte, bicicletas, filosofices, fotos, poesia

6 Respostas para “Abro mão da primavera para que …

  1. Poucas vezes soube de tanto e vi tantas cores em tão poucas palavras ilustradas apenas com um preto e branco. De perder o ar e as palavras este post. Parabéns, é lindo!

  2. As estações são presentes que temos para desfrutar. Nem todos estão atentos para a beleza e magia de cada estação.
    Ao ler esse poema de Neruda, vc me transportou para o porto de Valparaiso, lugar de beleza desvendada, desvelada. fecho meus olhos e vejo os pássaros no porto, os barcos, as pessoas, o vento gelido mesmo sendo verão.
    Abro meus olhos e vejo que bom ter vc pra escrever coisas que fazem a gente viajar numa piscada, num poema, em um olhar…
    Obrigada de todo coração

  3. Pow!
    Faz tempo que não posto por aqui, mas continuo acompanhando todas as atualizações pelo reader…
    Depois dessa poesia tinha que lhe agradecer por compartilha-lá conosco.
    Poste mais versos!

    Abraços!

  4. Pingback: Tweets that mention Abro mão da primavera para que … « Pedalante -- Topsy.com

  5. Jacira

    Em espanhol…

    Pido Silencio
    Pablo Neruda

    Ahora me dejen tranquilo.
    Ahora se acostumbren sin mí.

    Yo voy a cerrar los ojos

    Yo sólo quiero cinco cosas,
    cinco raices preferidas.

    Una es el amor sin fin.

    Lo segundo és ver el otoño.
    No puedo ser sim que las hojas
    vuelen y vuelvan a la tierra.

    Lo tercero es el grave invierno,
    La lluvia que amé, la caricia
    del fuego em el frio silvestre.

    Em cuarto lugar el verano
    redondo como una sandía.

    La quinta cosa son tus ojos,
    Matilde mia, bienamada,
    no quiero dormir sin tus ojos,
    no quiero ser sin que me mires:
    yo cambio la primavera
    por que tú me sigas mirando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s