Nois por nois: para los niños siempre hay tiempo

O Cine Viela é “nois por nois” : projeto idealizado pelo Thiago Beleza que acredita que se outro mundo é possível, devemos então agir:

O X da questão

A viela fica localizada no Recanto Campo Belo, bairro do extremo sul da Zona Sul da cidade de São Paulo, no distrito de Parelheiros. A região representa 24% do município de SP e tem uma população de mais de 100 mil habitantes (dados de 2005)… Sua população tem o poder aquisitivo mais baixo da cidade. Representa bem seu papel de PERIFERIA, já que está localizado a 60 km do centro da cidade. Com a rápida industrialização, o local foi bem visto por trabalhadores que buscavam moradia barata.

A totalidade de sua área, que é de 353km quadrados, é de proteção aos mananciais e possui diversas restrições, que só serviram para estimular o crescimento desordenado e o rápido crescimento populacional. as represas próximas, Billings e Guarapiranga, são responsáveis por 30% do abastecimento de água da metrópole.

O crescimento desordenado e o processo de urbanização intenso aumenta exponencialmente o déficit de infra-estrutura e serviços.

O bairro é dormitório, já que as únicas empresas presentes são alguns comércios que movimentam a economia local. Não tem supermercados, empresas grandes e a grande maioria de sua população precisa se descolar ao centro todos os dias para trabalhar. Após as contruções dos terminais, a maior parte das linhas de ônibus que iam até o centro foram retiradas do bairro, obrigando os moradores a desembarcar no Terminal Varginha e fazer a baldeação. Este processo elevou o tempo de viagem. O aumento do poder de consumo da classe C somado a uma lógica capitalista de produção que visa apenas o conforto individual em prejuízo do bem-estar da maioria das pessoas, aumentou significativamente o número de carros e, consequentemente, o trânsito. Atualmente, o tempo de viagem até o centro (ou vice-e-versa) em horários de pico é de, aproximadamente, 3 horas.

O Recanto Campo Belo não possui opções de lazer ou cultura. Não há praças, parques, ginásios de esporte, teatros e nem cinemas… Para os jovens há duas opções, a igreja ou o boteco, que competem pau-a-pau a salvação de fiéis e bêbados. Os cinemas mais próximos ficam localizado nos Shopping Boa Vista, Interlagos e SP Market. Todos os filmes de sua programação são comerciais. Filmes independentes e documentários não fazem parte da agenda cultural dos frequentadores destes locais. Se algum morador quiser assistir, precisa se deslocar até os bairros nobres, como a região da Paulista e pagar pelos caros ingressos do Gemini, Reserva Cultural ou HSBC Belas Artes. Para as peças de teatro e demais opções de cultura, idem.

Nossa região carece de opções de lazer, de auto-estima, de espaço pra mostrar a sua força e a sua produção cultural. Cansamos de nos locomover até o centro para buscar uma diversão qeu não é feita pra nós. Cansamos de reclamar que nosso bairro é esquecido pelo poder público. Resolvemos fazer algo por nós. Mudar a quebrada ao invés de mudar da quebrada. Produziremos as opções de lazer que não temos. Começaremos pelo cinema. Em breve faremos sessões com os filmes produzidos na própria quebrada. Logo mais, o Cine Viela irá se multiplicar e passará a ter, além de cinema, poesia, teatro, música, grafiti, artes plásticas, literatura, fotografia. E quando a viela se tornar pequena para os nossos sonhos, ocuparemos todas as vielas disponíveis nas periferias da cidade… Nóis por nóis…

Agora leia nosso relato (via @cineviela )

na 1ª sessão do #cineviela /para los niños siempre hay tiempo / #noispornois

na 1ª sessão: os 1º q chegaram eram as crianças, curiosidades a flor da pele/enquanto esperavam, pegaram livros e brincavam entre as cadeiras

crianças reservaram seus lugares e ao começar a sessão tod@s atentos na história de “besouro” #noispornois #cineviela

teve muita pipoca, mães e filh@s juntos assistindo ao filme besouro/+ de 20 moradores presentes na 1ª sessão #noispornois #cineviela

vento leve e uma garoa insistia a cair; público resiste e não se levanta, todos atentos ao filme. #noispornois #cineviela

mães correm para buscar cobertas e ninguém arredou o pé! um enorme guarda-chuva apareceu para proteger criança de colo envolta por coberta

sim, o #cineviela é #noispornois = Povo pobre da Periferia tb assiste filmes no espaço público.

1ª sessão, com mais de 20 moradores e no final alguns pedindo mais filmes = sucesso!!!/ Venceremos! #noispornois #cineviela

e lembre-se:

dia 01/10, mais do #cineviela , afinal a voz do povo da periferia tb é #noispornois

um último recado:

Thiago, agora com a massa fermetando e o forno aquecendo é hora tb de desejar UTOPIAS

O dia em que o morro descer e não for carnaval
(Wilson das Neves / Paulo César Pinheiro)
O dia em que o morro descer e não for carnaval
ninguém vai ficar pra assistir o desfile final
na entrada rajada de fogos pra quem nunca viu
vai ser de escopeta, metralha, granada e fuzil
(é a guerra civil)
No dia em que o morro descer e não for carnaval
não vai nem dar tempo de ter o ensaio geral
e cada uma ala da escola será uma quadrilha
a evolução já vai ser de guerrilha
e a alegoria um tremendo arsenal
o tema do enredo vai ser a cidade partida
no dia em que o couro comer na avenida
se o morro descer e não for carnaval
O povo virá de cortiço, alagado e favela
mostrando a miséria sobre a passarela
sem a fantasia que sai no jornal
vai ser uma única escola, uma só bateria
quem vai ser jurado? Ninguém gostaria
que desfile assim não vai ter nada igual
Não tem órgão oficial, nem governo, nem Liga
nem autoridade que compre essa briga
ninguém sabe a força desse pessoal
melhor é o Poder devolver à esse povo a alegria
senão todo mundo vai sambar no dia
em que o morro descer e não for carnaval

……….

Se desejar colar na quebrada, e de bicicleta( de trem ou busão) – clique aqui para conhecer a ruta

locos por ti América!

-.-.-.-.-.-

2 Comentários

Arquivado em arte, filosofices, fotos, leituras, locos por ti américa, Memória, movimentos sociais, protestos, relatos, texto

2 Respostas para “Nois por nois: para los niños siempre hay tiempo

  1. Pingback: Tweets that mention Nois por nois: para los niños siempre hay tiempo « Pedalante -- Topsy.com

  2. Emociono-me lendo este post. Revendo as fotos. Vontade de chorar…#porra Lindo o projeto. Lindo o Thiago e vc por incentivá-lo tanto…Só resta uma admiração sem palavras e todas as lagrimas do mundo…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s