bike não pega engarrafamento!

Foto: Márcia Menêses

Relato da Ana Elisa do “Meninas ao Vento – Cycle Chic Tropical “- 06/06/11

” A bicicleta para mim e para as outras organizadoras do Meninas ao Vento, se configura como um meio de transporte que proporiona felicidade, mobilidade, simpatia, sustentabilidade ambiental e econômica, saúde, bem-estar e autonomia. Ontem, o percurso que… o Menina ao Vento sintetizou muito bem a questão da mobilidade urbana. Saímos pedalando do Rio Vermelho em direção à zona de mais I-mobilidade de Salvador: o Iguatemi e adjacênicas (Pituba, Itaigara). É lá que está o novo centro da cidade, com uma grande concentração de prédios comerciais e residenciais, para onde converge parte considerável do fluxo de carros e ônibus, e onde já fica engarrafado a partir das 15h! Ou seja, é um local que só passa quem realmente precisa, ou quando se precisa. O nosso destino era chegar ao Shopping Salvador, o maior shopping da cidade, onde há paraciclos adequados para uso. A nossa cidade é carente em estacionamentos de bicileta. É carente de ter a cultura da bicicleta como legítima. Não que gostamos de ir ao shopping, mas ter esse destino como ponto de chegada, permitiu ver que existem caminhos possíveis para o deslocamento com bikes; e caminhos agradáveis, mesmo no ponto mais crítico de Salvador. Nesse ponto, a forma de escolher o trajeto já se transforma: não pensamos em pegar os caminhos mais curtos e as vias mais rápidas, como se faz quando se dirige autos. As ruas que passamos foram ruas secundárias, onde os carros passam com velocidades mais baixa, onde o fluxo de ônibus é menor. Ou seja, muito mais possível, seguro e agradável para quem se desloca pedalando. O trajeto permitiu também passar por locais que oferecem diversos serviços, como o bairro do Itaigara, que, além de ser residencial, agrega muitos, muitos prédios comerciais ocupados com serviço médico. Lá também há outros serviços: supermercado, cartório, correios, restaurantes, escolas, bancos, 6 shoppings menores (MaxCenter, Pituba Park Center, Tropical Center, Paseo, Itaigara e Boulevard 161). E não é necessário transitar pela avenida principal, a ACM, que é caótica. Apenas cruzamos ela no semáforo para chegar ao outro lado do bairro. De lá, pegamos a rua entre os 2 últimos shoppings citados em direção ao final de linha da Pituba, que mistura residências, escolas, comércio e muitos, muitos restaurantes. Seguimos pela a Rua das Alfazemas, que não tem cheiro de flor, onde fica o fundo do Hiper Bompreço Iguatemi, um grande supermercado. A esta altura, estávamos paralelas à Av. ACM – onde ocorre todo o congestionamento que não aguentamos, e próximos do acesso ao Shopping Iguatemi e à Rodoviária. Tudo muito tranquilo, e sem ladeiras!Da Rua Alfazema, seguimos por ruas residenciais, pela Rua Timbó, até alcançar a Alameda das Espatódias, rua principal do Caminho das Árvores, porém larga. O final dessa rua é onde fica o Jornal ATARDE, em frente ao Shopping Salvador. Dali, só pegamos uma passarela de pedestre e a atravessamos, claro! Qual não foi a surpresa do responsável pelo estacionamento do Shopping ao ver 18 mulheres entrando para estacionar de bike?! “Parabéns a vcs”, foi o que ouvimos! Esse relato aqui só contempla a questão da mobilidade que a bike permite às pessoas e à cidade. A felicidade, simpatia, sustentabilidade ambiental e econômica, saúde, bem-estar e autonomia, deixa para cada um que queira experimentar!Abaixo, uma rota muito parecida com a que fizemos” :

http://www.bikemap.net/route/1024615
Rota de bicicleta 1024615 – powered by Bikemap
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em bicicletas, festa, movimentos sociais, mulheres, relatos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s