Mulheres em situação de rua

D

“mulher(es) em condição de rua, faz uso da Lei Maria da Penha?
Se a lei se aplica sobre as questões contra a violência doméstica e familiar, no caso das mulheres que têm, à revelia, a rua como domicílio, o Estado assegura-lhes os mesmos direitos em relação às demais mulheres?
Ou o fato de estarem em situação de rua – portanto desprovidas de uma série de direitos essenciais, como moradia, segurança, dignidade – as rebaixa a tal ponto de, perante as estruturas legais, estarem não só à margem, mas abaixo dos “referenciais” jurídicos?
O fato de, simplesmente, serem mulheres, não torna a realidade vivida por elas ainda mais violenta, em relação aos homens?

a

SUA VIDA É SUA CASA

Quase quinze mil pessoas habitam as ruas da cidade de São Paulo. Na região central contam-se 505 moradoras em situação de rua. O único direito que possuem é o de viver: viver sem uma moradia – é a contradição da grande cidade. E nos perguntamos: Como incluir as mulheres em condição de rua na cidade? Sem ter como morar, sofrem todo o tipo de violência: tem elas usado a Lei Maria da Penha? Quais as perspectivas que elas teriam? Estar em condição de rua, é reflexo do processo de urbanização excludente desse modelo de cidade?

b

A noite não adormece nos olhos das mulheres
A noite não adormece
nos olhos das mulheres
a lua fêmea, semelhante nossa,
em vigília atenta vigia
a nossa memória.

A noite não adormece
nos olhos das mulheres
há mais olhos que sono
onde lágrimas suspensas
virgulam o lapso
de nossas molhadas lembranças.

A noite não adormece
nos olhos das mulheres
vaginas abertas
retêm e expulsam a vida
donde Ainás, Nzingas, Ngambeles
e outras meninas luas
afastam delas e de nós
os nossos cálices de lágrimas.

A noite não adormecerá
jamais nos olhos das fêmeas
pois do nosso sangue-mulher
de nosso líquido lembradiço
em cada gota que jorra
um fio invisível e tônico
pacientemente cose a rede
de nossa milenar resistência.

(Conceição Evaristo – Em memória de Beatriz Nascimento)

c

e

g

Desejei que as mulheres que observei ao caminhar e foram fotografadas, pudessem ter me visto. Quem sabe, poderia estabelecer algum diálogo: saber nome, idade e a própria história de cada uma delas.

-.-.-.-

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Memória, movimentos sociais, mulheres

Uma resposta para “Mulheres em situação de rua

  1. Olá! Tô escrevendo um post sobre abordagens e assistência a mulheres em situação de rua em São Paulo e encontrei este post. Você também escreveu para o site Biscate Social Club, correto? : ) Gostaria de fazer um link para o seu post e queria saber se o conteúdo (texto e fotos) pode ser usado, fazendo as devidas referências.
    Como posso entrar em contato com você? O meu e-mail é jmlimabr@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s