ser[h]u[m]ano

menosMaiso mano

aquele que causa medo

que te faz apertar o passo naquela rua escura do centro

um mano

aquele que fala gíria

e que usa roupas largas

os manos

aqueles que fazem um rap

os mano [pow]

na porta do bar

um mano

na fila do busão as cinco da madrugada

dormindo em pé

hum mano

saindo do da estação grajaú

com destino a estação osasco

[h]um mano

que mora na favela

[h]umano

que toma enquadro da PM

ser um mano

ser humano

ser[h]u[m]ano

Thiago Biá

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em poesia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s