Arquivo da tag: festa

Sábado agitado

2 eventos…

Sábado rola Oficina Colaborativa e Jantar Vegano do  CicloVeg, muitas bikes e delicoso Yakissoba. Traga peças e acessorios, novos ou usados, em bom estado, para fazermos um baú de dádivas.

Não esqueça de levar 10 merrecas para contribuir com o jantar.

Aparece lá, no Lagartixa Preta as 15h da tarde.  Rua Alcides Queiros – 161 Sto. André. Perto da estação Celso Daniel da CPTM.

Em novembro, a Ciclocidade – Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo comemora seu primeiro aniversário. A festa acontece no próximo sábado (27/11), das 12h às 22h, com oficina comunitária de bicicletas, palestras, vídeos, informação, música e confraternização.

 

Ao longo do dia, exposição “Ano 1”, bar, comidinhas, loja e uma feira de troca de peças e acessórios de bicicleta (traga, troque, doe ou negocie).

 

Às 12h, a oficina comunitária Mão na Roda abre suas portas para regulagens e ajustes. Leve a sua magrela, troque conhecimentos, utilize as ferramentas e faça você mesmo a manutenção do seu veículo.

 

A partir das 13h, reciclagem de camisetas com estamparia ao vivo na segunda edição do projeto ArteMobilidade. Transforme aquela camiseta sem graça em uma linda peça a favor da mobilidade humana (doe 3 camisetas em bom estado e ganhe um silk de graça).

 

Durante a tarde, duas oficinas temáticas: às 14h, Felippe César fala sobre a “Mecânica básica de bicicletas”: regulagens e ajustes elementares para a autonomia do ciclista urbano.

 

Às 17h é a vez de Cleber Ricci Anderson e a oficina “Ciclo-ajuste postural (bike fit)”, uma coletânea de técnicas e conhecimentos em regulagens e tamanhos que permitem a boa interação entre ciclista e bicicleta.

 

Às 19h, o Ciclocine exibe o média-metragem “We Are Traffic” (Ted White, EUA, 1999), uma crônica sobre as origens do “Critical Mass” em São Francisco, movimento que transformou a cidade californiana em favor das bicicletas e inspirou ativistas do mundo inteiro (exibição com legendas em português). Na sequência, o documentário “Massa Crítica” (Helena Krausz, Brasil, 2010) fala da realidade paulistana quase 20 anos depois.

 

Para encerrar a programação, música, vídeos e diversão no subsolo do Espaço Contraponto.

Participe desta festa. Venha conhecer e fazer parte da Ciclocidade.

sábado (27/11), das 12h às 22h

Espaço Contraponto: r. Medeiros de Albuquerque, 55 (Vila Madalena)

_ entrada gratuita / contribuição sugerida: R$ 5,00

_ traga sua caneca, copo ou caramanhola (não utilizaremos copos plásticos)

-.-.-.-.-.

1 comentário

Arquivado em bicicletas, festa, massa crítica, movimentos sociais

10 anos Indymedia – 9 anos CMI Brasil

06/dez – 14h | Festa 10 Anos Indymedia – 9 anos CMI Brasil [SP]

 

* 06/Dez – Festa 10 Anos Indymedia – 9 anos CMI Brasil *

Programação:

# 14 as 16h – Mostra de vídeo – Seleção de Curtas do CMI e Indymedia

# 16 as 17h – Faça seu depoimento em vídeo para o acervo do CMI.

# 17 as 18h – Apresentação da nova proposta de site para o CMI
* Venha construir conosco essa proposta *

# 18 até 22h – Jantar Mexicano Vegano dançante!!! Com Mojitos

# durante o dia todo – EXPOSIÇÃO VISUAL

– CMIs na Rua
– Fotos CMI e colaboradores
– Adesivos, impressos, camisetas, bottons e outras coisas de CMIs de outros países e nacionais

# streaming de outros coletivos/voluntários de fora de São Paulo.

* — * — * — * — * — *

Jantar será servido a R$ 10,00 com renda revertida para o CMI.
A venda da bebida será revertida para o espaço Ay-Carmela, Mojitos a R$5,00 (caprichado) e cerveja a R$ 2,00.
Haverá venda de camisetas, bottons e DVDs do CMI.

————————————————
O espaço Ay Carmela! fica na:

Rua dos Carmelitas, 140 – Metro Sé (saída Poupa Tempo) – São Paulo – SP – Brasil | telefone: 55 11 3104 4330
————————————————
Mais infos também em:

ay-carmela

-.-.-.-.-.-.-

Deixe um comentário

Arquivado em arte, bicicletas, Memória, movimentos sociais, protestos

Festival de Cultura Inclusiva – a cidade para todos

Domingo dia 29/11, na pça Benedito Calixto. Horário: 10h às 17h “Vai ter outras artes dos deficientes auditivos/surdos à venda.Venha encontrar os amigos. a feira vai ter também apresentações musicais, teatrais etc.”

………..

E nossos Ciclo amigos Raquel e Diego irão cuidar da venda de camisetas a partir de R$20,00 e pré-venda do DVD da ASSP nos estandes ASSP e SUR10.

..

.-.-.-.-.-.-.

2 Comentários

Arquivado em arte, bicicletas, festa, Memória

7 anos de Bicicletada SP

Arte: Haase

Arte: Haase

Julho chegou e nos trouxe mais uma Bicicletada.
Um Bicicletada especial comemorando 7 anos de aniversário !!
A Massa Crítica Paulistana convida as pessoas a ocuparem o espaço público de maneira inteligente.

Sempre com muita alegria, pessoas em seus veículos não-motorizados irão comemorar de uma maneira nada tradicional a “Mobilidade” todos cidadãos da cidade.
“Você aí parado, comemorar conosco, é o melhor lado!”
Aqui todo mundo é bem vindo, não importa o valor do seu carro ou a grife da sua cueca.

Venha como puder…..

A Bicicletada Paulistana (Critical Mass) acontece sempre na última sexta feira do mês há mais de 6 anos, e em mais de 400 cidades do mundo, simultaneamente. Para participar, a única obrigatoriedade é comparecer ao ponto de encontro com um meio de transporte não motorizado. Pode ser Bicicleta, Patins, Skate ou até mesmo com seus próprios pés.
Não tem bicicleta ou não sabe pedalar ?… sem problemas. Apareça o quanto antes na praça do ciclista e veja como fazer para pegar uma bicicleta emprestada, ou faça uma horinha conosco por lá.

A concentração é a partir das 18:00 do dia 31/07.

As 20:00 começa o pedal lúdico-educativo, retornando à praça para a continuação da comemoração em plena Avenida Paulista.

Se preferir, venha de bonde: http://www.bicicletada.org/bondes (caravanas )

Em caso de chuva o evento está automaticamente CONFIRMADO, já que não existe nada que impeça nossa mobilidade pela cidade de São Paulo.

Contaremos com a presença especial da nossa amiga Fernanda Bucci, portadora de um paralisia cerebral,  e de todos mais na Bicicletada.

memória da bicicletada sp

-.-.-.-.-.

1 comentário

Arquivado em arte, Bicicletada, bicicletas, critical mass, massa crítica, movimentos sociais

Farofa Brasileira

Os DJs Alê e Paulo Cabral dividirão a noite com uma festa brasileiríssima, intitulada “Farofa brasileira”. No repertório não faltarão clássicos do samba de raiz, muito sambarock, pérolas dos anos 70 como Novos Baianos, Secos e Molhados, Mutantes, Jorge Ben ,Tim Maia além de Lenine, Pedro Luis, Farofa Carioca e muito mais. A proposta é fazer exatamente uma grande farofa musical, tudo com muita ginga e malemolência.

Uma das primeiras mulheres a discotecar na cena cultural do Rio de Janeiro, a carioca Alê estreou graças ao incentivo do amigo e tb DJ paulista Paulão e os dois estão na estrada desde 1999, quando fizeram sua estréia profissional na super balada Brazooca, idealizada pelo DJ Marcelo Janot e sediada na clássica Casa da Matriz, no Rio de Janeiro. Seus repertórios passeiam pelo que há de melhor na música brasileira e da black music americana, passando também por movimentos como o Afrobeat, do lendário Fela Kuti. Em suas pistas nunca podem faltar muitos sambalanços e raridades dançantes, além de passear frequentemente por ritmos africanos, latinos e orientais, sempre mesclando muito suingue em todos os seus sets. Uma dupla que agora se apresenta em São Paulo e promete muito agito e samba no pé.

FarofaBrasileira

DJ´s Alê & Paulo Cabral – Farofa Brasileira

Data: 28.05.2009 (Quinta)
Horário: 22:00
Preço: 10,00
Estilo: Discotecagem

Onde: Villagio Café
Rua Teodoro Sampaio, 1229 – Pinheiros – (11) 3571.3730

……….

+ sobre a Alê

Blog DJ ALÊ

CINECLUBE BOCA NO TROMBONE

Consumo Consciente e Sustentavel

Boca no Trombone

-.-.-.-..-

Deixe um comentário

Arquivado em festa, Memória

Entre São Paulo e Campinas

Arte: Gira-me - adaptada
Arte: Gira-me – adaptada

Em Campinas, amanhã:

Arte: demorares
Arte: demoraes

-.-.-.-

Deixe um comentário

Arquivado em arte, bicicletas, festa

Sábado agitado

Se a amizade é a recusa do servir, então vamos festejar:

mixtoquente-x-e-flyer

logo depois para o 2º Boteco

convite

“Aproveitem não só o destino, mas o caminho para alcançá-lo: vá de transporte coletivo ou bicicleta!!

Algumas dicas:
Ônibus: a praça fica do lado do Terminal Bandeira
Metrô: colado no metrô Anhangabaú
Bicicleta: para quem vem da praça dos ciclistas, a melhor opção é descer a Av. Consolação até o final e entrar a direita no Viaduto 9 de Julho

VEJA O MAPA DA PRAÇA”

e para terminar/começar a noite a festança/pizza na mansão do Jd. Peri-Peri( e  que tal um pedal nas Asas da Liberdade)

-.-.-.-.-

Deixe um comentário

Arquivado em bicicletas, festa, Memória, movimentos sociais