Arquivo da tag: caminho da fé

Caminho Velho

Finalmente o Guia de Cicloturismo Estrada Real – Caminho Velho está em nossas mãos.

É com grande alegria que compartilhamos esta novidade, a conclusão deste guia é a realização de um antigo sonho do Olinto que foi possível ser realizado agora, pois nós cicloturistas já somos muitos, e cada vez menos somos encarados como loucos ou pagadores de promessas. Muita gente já percebeu que viajar de bicicleta pode ser uma das melhores formas de viagem.
Com este guia propomos uma viagem por um dos caminhos mais antigos do nosso país, que manteve muito de sua originalidade devido ao esquecimento e a desimportância econômica. É um guia de mão dupla, ou seja, tem planilhas nos dois sentidos: Paraty – Ouro Preto e Ouro Preto – Paraty. Ele faz parte de um projeto maior que pretende oferecer vários guias associados para que o cicloturista possa viajar grandes distâncias pelo país. Atualmente já é possível sair do interior de São Paulo fazendo o Caminho da Fé e, na altura de Campos do Jordão, fazer uma grande volta pela Mantiqueira, depois continuar a partir de Aparecida e Guaratinguetá pela Estrada Real até Ouro Preto, em um viagem de cerca de 1.500 km, tudo em cima dos guias do Projeto de Cicloturismo no Brasil.O guia traz perfil altimétrico do caminho, planilhas detalhadas, mapas dos circuitos, mapas detalhados das cidades, bike shops, empresas de ônibus, bancos, onde ficar, onde comer, pontos turísticos, curiosidades de cada localidade, o histórico da Estrada Real, preparação, treinamento, um capítulo sobre a arquitetura que verá pelo caminho e uma entrevista com o criador do Projeto Turístico Estrada Real, Áttila Godoy, ou seja, tudo que o cicloturista precisa saber para realizar o caminho (veja um capítulo inteiro do guia).
Para quem gosta de imagens, o DVD da Estrada Real traz emocionantes 48 minutos de imagens do caminho. A cada vez que revemos ficamos impressionados com a riqueza e a beleza de nosso país:
Gostaríamos de agradecer a todos os leitores e cicloturistas que são os únicos patrocinadores deste projeto. Em especial aqueles que voluntariamente divulgam nosso trabalho por meio de suas listas privadas de mail, suas páginas, blogs, listas de discussão, etc…  aqueles que mostram nossos filmes a pessoas mais jovens e acabam, assim como nós, semeando sonhos de viagem em bicicleta.
Rafaela e Olinto
PS. Neste ano fizemos o lançamento dos guias no Rio de Janeiro com o apoio da Recicloteca. Ficamos estacionados na frente da casa do Eduardo e da Carol. Eles trabalham nesta instituição, são cicloturistas e muito engajados com projetos ecológicos e reciclagem. A partir de então, tomamos o compromisso de fazer os guias sempre com papel reciclado
.-.-.-.-.-.-
Anúncios

1 comentário

Arquivado em bicicletas, Cicloturismo, leituras, livro, vídeos

Infância

dsc06898

Infância

Meu pai montava a cavalo, ia para o campo.
Minha mãe ficava sentada cosendo.
Meu irmão pequeno dormia.
Eu sozinho menino entre  mangueiras.
lia a história de Robinson Crusoé,
comprida história que não acaba mais.

No meio-dia branco de luz uma voz que  aprendeu
a ninar nos longes da senzala – nunca se esqueceu
chamava para o café.
Café preto que nem a preta velha
café gostoso
café bom.

Minha mãe ficava sentada cosendo
olhando para mim:
– Psiu…Não acorde o menino.
Para o berço onde pousou um mosquito.
E dava um suspiro…que fundo!

Lá longe meu pai campeava
no mato sem fim da fazenda.

E eu não sabia que minha história
era mais bonita que a de Robinson Crusoé.

Carlos Drummond de Andrade

dsc06850

2 Comentários

Arquivado em bicicletas, caminho da fé, Cicloturismo, poesia

Nossa Cidade

dsc06837

Irmãos, cantai esse mundo
que não verei, mas virá
um dia, dentro em mil anos,
talvez mais… não tenho pressa.

dsc06847

Um mundo enfim ordenado,
uma pátria sem fronteiras,
sem leis e regulamentos,
uma terra sem bandeiras,
sem igrejas nem quartéis,
sem dor, sem febre, sem ouro,
um jeito só de viver,
mas nesse jeito a variedade,
a multiplicidade toda
que há dentro de cada um.

dsc06852

Uma cidade sem portas,
de casas sem armadilha,
um país de riso e glória
como nunca houve nenhum.

dsc06876

Este país não é meu
nem vosso ainda, poetas.

dsc06880

Mas ele será um dia
país de todo homem.”

Carlos Drummond de Andrade

-.-.-.-.-.

Deixe um comentário

Arquivado em bicicletas, caminho da fé, Cicloturismo, Memória, movimentos sociais, poesia, protestos

Pedale sem fome e sede

dsc069091

“Saudade é um pouco como fome.
Só passa quando se come a presença.

dsc06889
Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco:
quer-se absorver a outra pessoa toda.

dsc06884
Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira
é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.”

Clarice Lispector

-.-.-.-.-.-

4 Comentários

Arquivado em caminho da fé, Cicloturismo, Memória, poesia

Quase 10 km

Na Europa, projeta-se 60.000 Km de Ciclovias, principalmente para a o cicloturismo – a EuroVelo.

Aqui em Terras Brasilis, prefeitos em suas cidades, articulam ações isoladas em prol do uso da bicicleta(ciclovias, ciclofaixas, plano cicloviário, etc). Em Pindamonhagaba,( cidade considerada amiga das bicicletas) margeando a estrada municipal, que liga a cidade à Aparecida, temos quase 10 km de  ciclovia.

dsc06910Placa indicativa, talvez a única em toda a ciclovia

dsc06908

dsc06911

Um pouco de cuidado com o piso de rolagem e sinalizações de solo, não fariam mal nenhum aos cidadãos que utilizam um veículo não poluente.

p.s. Quem sabe a Ecovias e a Artesp, possam se inspirar nessa pequena ação municipal.

Sobre as ciclovias, leia:

Operação Pomar 2.0 – “O seu Serra”, a ciclovia tá pronta, libera aí vai!!!

Grupo incentiva uso de bicicletas na capital

Como mudar a cultura de mobilidade de uma cidade

Restrições aos automovéis

Debate sobre a malha cicloviária

Muito além das ciclovias

Portland não tem ciclovias

Ciclovias de São Paulo

6 km de ciclovia, em SP

Mapa do EuroVelo

-.-.-.-.-.

Deixe um comentário

Arquivado em bicicletas, caminho da fé, Cicloturismo

Tinha um SUV no meio do caminho

Ciclofaixa na cidade de Inconfidentes/MG

Ciclofaixa na cidade de Inconfidentes/MG

Vamos lembrar o C.T.B.: artigos 181 e 193, respectivamente estacionar o carro sobre a calçada/ciclovia (infração grave, sujeita a guincho) e andar por cima dela (infração gravíssima).

sejagcporra1

-.-.-.-.-.

4 Comentários

Arquivado em arte, bicicletas, caminho da fé, Cicloturismo

Oia o trem

Ele chegou no século XIX, na esteira modernização capitalista de nossa agricultura cafeeira. Era necessário, para o rápido escoar da produção das fazendas  de café do Vale do Paraíba fluminense e paulista.

As décadas se passaram, de economia agrícola o país industrializa-se rapidamente( para não dizer tardiamente), as estradas de ferro com bitolas largas, foram substituídas por estradas de rodagem. A economia corria não mais sobre os trilhos, agora com as rodas da “ordem e do progresso”.

Algumas estradas de ferro, ainda resistem aqui e acolá, fazendo às vezes de patrimônio histórico e/ou para o transportar do “povão”.

As fotos abaixo são da estação de Piracuama( distrito histórico da cidade de Pindamonhagaba), utilizado por turistas e moradores da região.

dsc06896

O prédio ainda conservado…

dsc06897

A integração entre os modais, ainda não é possível.

dsc06899

Moradia dos funcionários e familiares da estação.

dsc06902

Detalhes atuais da estação inaugurada em 1916

dsc06903

quem sabe, em um futuro não muito distante possamos reviver esse modal, como profeticamente o poeta já cantava…

leia mais sobre as ferrovias no Brasil:

Piracuama- Estações ferroviárias do Brasil

Ferrovias do Brasil, ensaios ilustrados – do Latuff

Ferrovias do Brasil – Apocalipse Motorizado

-.-.-.-.-.-.

3 Comentários

Arquivado em bicicletas, caminho da fé, Cicloturismo, Memória, vídeos